Translate

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

O grande mal da contracepção II

A TRANSMISSÃO DA VIDA
            Deus quis que o homem e a mulher participassem com Ele na missão de transmitir a vida, e para isso criou o ato sexual, ao qual conferiu duas finalidades: a unitiva – “o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher”(Gn2,24; Mt19,5) – e a procriativa – “sede fecundos, multiplicai-vos e enchei a terra”(Gn1,28; Gn9,1).
            Quando o homem e a mulher respeitam estas duas finalidades do ato conjugal, unindo-se não apenas fisicamente, mas também amorosamente e espiritualmente até que a morte os separe e aceitando todos os filhos que Deus lhes quiser confiar, surge assim uma família desejada e amada pelo Criador!
            Infelizmente, nem sempre o homem e a mulher são fiéis aos planos divinos! Muitas vezes eles deixam de respeitar as finalidades que Deus uniu ao ato sexual.

            Quando, por exemplo, eles se unem sem um compromisso de união fiel até a morte, estão destituindo o ato sexual da sua finalidade unitiva - “não separe o homem o que Deus uniu”(Mt19,6) – e desonrando uma coisa tão séria e maravilhosa que Deus criou para transmitir a vida e gerar uma família.
Foto de bebê com cerca de 8 semanas de gestação (quase 2 meses)
           
O DOM DA VIDA
A vida humana começa no momento da concepção, momento sagrado em que Deus dá a vida a um novo ser humano.
Com apenas 18 dia após a concepção o pequeno ser humano já possui um coração bombeando sangue a todo seu frágil corpinho e um cérebro que começa a se especializar cada vez mais. com apenas 8 semanas (quase 2 meses), o bebê já possui todos os sistemas corporais funcionando, até mesmo impressões digitais. MÃE, SEU BEBEZINHO possui um coração, possui um cérebro, possui uma alma, tem sentimentos, emoções como qualquer outro bebê já nascido e é SEU FILHO(A), inocente e indefeso. MÃE, AME SEU FILHO(A) E PROTEJA-O(A). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário